11 Diferenças entre Pessoas Ocupadas e Produtivas

11 Diferenças entre pessoas Produtivas e Ocupadas

Passei um dia com um grande amigo alpinista profissional, ele me contou sobre a diferença entre a sua vida nas montanhas e a vida que ele vê nas cidades.

Julian passa a maior parte da sua vida escalando as mais diversas montanhas, inclusive este ano escalou o Everest. Ele me explica que sabe onde quer chegar, mas muitas vezes fica em dúvida quanto ao caminho exato.  Ele sabe bem dos riscos ao redor, como mudanças no clima ou pedras soltas e constantemente ajusta o seu caminho.

Em sua última escalada ao Monte Everest, Julian conta que viu muitos alpinistas escalando com uma confiança de dar inveja. Eles parecem tão certos de sua intenção, parecem ter certeza de seus passos… mas eles não tem ideia de onde estão indo e provavelmente não chegarão.

Esta é uma das diferenças entre as pessoas ocupadas e as pessoas produtivas. Continue lendo para descobrir as outras 10 diferenças.

1. Pessoas ocupadas precisam mostrar que têm uma missão. Pessoas produtivas tem uma missão para suas vida.

Pessoas ocupadas escondem a sua dúvida sobre o destino de suas vidas, agindo com confiança nos pequenos passos. Pessoas produtivas permitem que os outros possam ver suas dúvidas porque estão confiantes no seu destino.

 

2. Pessoas ocupadas possuem diversas prioridades. Pessoas produtivas quase não as têm.

Ninguém é realmente ocupado, sempre se arruma tempo quando quer. A vida é uma questão de prioridades. Se você tem três prioridades, você tem prioridades. Se você tem 25 prioridades, então você tem uma confusão.

O princípio de Pareto é que 80% dos seus resultados vêm de 20% das sua atividade. Henry Ford construiu uma fortuna, não pela construção dos melhores carros, mas sim pela construção de um sistema para fazer carros. Pessoas ocupadas tentam fazer os melhores carros, as pessoas produtivas desenvolvem sistemas para fazer os melhores carros.

 

3. Pessoas ocupadas dizem sim rapidamente. Pessoas produtivas dizer sim lentamente.

A definição de integridade segundo Warren Buffett é: “Você dizer não para a maioria das coisas”.

Se você disser “sim” à maioria das coisas, você está dividindo sua vida em milhões de pedacinhos espalhados entre as prioridades dos outros. Integridade é ter valores claros e destinar o seu tempo a esses valores.

 

4. Pessoas ocupadas focam nas ações. Pessoas produtivas focam no planejamento de suas ações.

Para focar nas suas principais atividades, você deve ter clareza sobre o que elas representam para você. O melhor recurso que você tem em toda sua vida é a própria experiência pessoal, se documentada. Infelizmente, a maioria das pessoas só documentam sua vida em atualizações no Facebook. Mantenha um diário e pegue 5 minutos do seu dia para refletir sobre o dia anterior, sobre o que funcionou, o que não funcionou e pense no que te inspira a seguir.

 

5. Pessoas ocupadas deixam todas as portas abertas. Pessoas produtivas fecham as portas.

Quando somos jovens é sempre bom mantermos as portas abertas. Viajar, aprender uma nova língua, andar de bicicleta, ir para a faculdade, fazer um estágio e um intercambio. No entanto, chega um momento na vida onde devemos decidir onde queremos chegar. Se meu objetivo este ano é aprender espanhol, vou falar espanhol até o final do ano. Se meu objetivo é falar espanhol, viajar 10 países, entrar em forma e abrir um negócio… Provavelmente eu não irei falar espanhol até o final do ano.

 

6. Pessoas ocupadas dizem que estão ocupadas. Pessoas produtivas deixam seus resultados falarem por elas.

Stephen King diz: “Um escritor é um produtor de palavras. Se produz palavras: é um escritor. Se não produz: então não é um escritor”.

Autores conhecidos não falam sobre seus próximos livros – eles estão centrados na criação. A cada dia tenho menos interesse nas pessoas que me dizem o que vão fazer, eu me pergunto o que elas já fizeram. O desempenho passado é o único bom indicador de desempenho futuro.

 

7. Pessoas ocupadas falam sobre o pouco tempo que têm. Pessoas produtivas arrumam tempo para o que é importante.

Qualquer tempo gasto em desculpas é tempo não gasto em criação. Se você vive de desculpas, vai ficar cada dia melhor em desculpas. Pessoas produtivas não usam o tempo como desculpa. Se uma ação tem valor para seus objetivos, faça-a. Caso contrário esqueça, mesmo que você tenha um dia inteiro livre.

Há um ditado irlandês: “É melhor fazer algo do que nada”.

Isso é uma mentira! É melhor não fazer nada a fazer algo que não vai te leva a lugar algum.

 

8. Pessoas ocupadas são multitarefa. Pessoas produtivas focam em uma tarefa por vez.

Você conhece a técnica Pomodoro? É difícil, mas é eficaz. Funciona assim: Quando você realizar uma atividade você ativa o temporizador para 20 minutos. Trabalhe na tarefa até que o tempo se esgote. A qualquer distração, como ir ao banheiro ou pegar um copo de água você deve zerar o cronometro para 20 minutos novamente.

 

9. Pessoas ocupadas respondem rapidamente aos e-mails. Pessoas produtivas demoram mais.

A sua caixa de e-mails é uma lista de prioridades de fácil acesso.
O problema: são prioridades dos outros, não as suas. Se você responder a cada e-mail, você vai estar interrompendo às suas atividades o dia inteiro. Existem 3 opções quando você abre sua caixa de entrada: excluir, responder ou ignorar. Este não é um post sobre como gerenciar e-mails, então vou te indicar o artigo “5 Dicas para você gerenciar melhor os seus e-mails”.

 

10. Pessoas ocupadas falam como vão mudar. Pessoas produtivas estão mudando.

Gaste menos tempo falando sobre o que você vai fazer e dedique esse tempo fazendo. O que você pode fazer agora? O que você pode fazer com os recursos, conhecimento e apoio que você tem? Faça isso. É incrível como o universo recompensa a pessoa que para de falar e começa a agir.

Nós nascemos com um potencial incrível. Aos 20 anos, o melhor elogio que podemos receber é que temos um grande potencial. Aos 30 ainda é bom. Aos 40 anos, você tem um grande potencial começa a se tornar uma ofensa.
Não espere, não jogue o seu potencial no fora. Crie algo novo, o resultado será incrível.

 

 

Call to Action Ebook (Produtivo)